Tecnologia do Blogger.
RSS

Obesidade ou Saúde Mental?

Não sou nenhuma psicóloga nem conselheira pessoal, mas como saúde mental está super relacionada à saúde corporal, decidi escrever algo sobre o assunto (já falei um pouco sobre isso no post qualidade de vida).
Outro dia recebi um email sobre um pesquisador de Harvard que afirmava com veemência que a sociedade está “mentalmente obesa”. Saturada de informações irrelevantes, cheia de debates sem conteúdo, fofocas, novelas e fast food mentais que servem apenas para deturpar o caráter, a moral e o juízo das pessoas.
O professor Andrew Oitke em seu livro “Mental Obesity” revolucionou a educação, jornalismo e relações sociais em geral, pois questiona o “alimento intelectual” (desenhos, videogames, revistinhas) que as crianças estão recebendo; Aponta que o jornalismo em geral só mostra a parte morta e apodrecida dos acontecimentos e que se tornam cada vez mais aptos na arte de seduzir, agredir e manipular; Afirma que todos têm opiniões sobre tudo, mas não conhecem nada, que o conhecimento das pessoas aumentou, mas com banalidades; Que o homem está adiposo no raciocínio, gostos e sentimentos, e conclui: “Não admira que no meio da prosperidade e abundância, as grandes realizações do espírito humano estejam em decadência. A família é contestada, a tradição esquecida, a religião abandonada, a cultura banalizou-se, o folclore entrou em queda, a arte é fútil... paradoxal ou doentia”.
Não sou contra a tecnologia, mas a TV, internet, videogames, filmes e revistas tomam todo o tempo livre das pessoas e não sobra tempo para desenvolvermos amigos de carne e osso. Parece que o aprendizado se tornou superficial e a leitura desnecessária...
Realmente acho incrível como os relacionamentos são cada vez mais superficiais. Não se vê mais aquelas conversas demoradas de fim de tarde. A cumplicidade de um “cumpadre” pra poder relaxar enquanto ele nos ajuda a resolver algum problema.  A fidelidade de um amigo que empresta e pega emprestado sem se preocupar com prejuízos, pois a amizade vale mais que qualquer coisa...
E você, tem cuidado de sua saúde mental ou prefere os fast foods que encontramos em nossa sociedade? Lembre-se: assim como nosso corpo sente-se atraído por alimentos ricos em gorduras e açúcares, mas você deve decidir o que é mais saudável para ele; nossa mente se acostuma com a adiposidade mental e acaba ficando incapaz de mudar os hábitos desenvolvidos no decorrer dos anos.
Será que temos investido bem em nossa saúde mental?
Desejo que todos fiquem sempre “mentalmente em forma”!


Jaqueline Alves Nieto
CREF: 090794-G/SP

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...