Tecnologia do Blogger.
RSS

Mudança: vai encarar?

“É preferível sofrer uma derrota atual que nos impulsiona a viver em função de uma vitória passada que nos engessa”. Augusto Cury
Onde é que ficava mesmo aquela lan house? Hoje me disponho a falar de mudanças (e estou passando por uma)! Como elas são temidas, evitadas; gostamos de passar longe delas porque sempre é mais fácil repetir as mesmas coisas, utilizar os mesmos recursos, conviver com as mesmas pessoas... Mas, algumas mudanças são necessárias e outras até mesmo inevitáveis. E você, como encara a mudança? Pra você ela é uma necessidade, uma fuga, uma experiência, uma aprendizagem ou outra forma de repetir os mesmos erros/acertos?
Eu passei por três mudanças de cidade (e de estado) em diferentes momentos da minha vida e sem elas eu não teria a concepção da realidade que tenho hoje. Muitas pessoas fizeram parte das mudanças que ocorreram em mim por me mostrar algumas coisas que eu não via me corrigirem em outras, abrirem meus horizontes. E, certamente, a convivência com pessoas de diferentes culturas nos torna mais humanos, nos faz rever nossos valores e pesar a importância que damos às coisas de forma diferente. Mas você não precisa sair da sua cidade para viver de forma diferente; transforme-se na melhor pessoa que você pode ser; faça diferente, mude! A mudança traz grandes aprendizados.
Somente a convivência com pessoas que discordam de nós pode nos mostrar que podemos estar errados. Somente a convivência com pessoas diferentes de nós pode nos mostrar se somos autênticos ou apenas imitação da maioria. Somente a convivência com pessoas com maior conhecimento que o nosso pode nos ampliar a visão. Somente a convivência com pessoas com maiores necessidades que as nossas pode despertar em nós a compaixão. Somente quando reconhecemos que nada permanece é que podemos valorizar a mudança.
... “mire, veja: o mais importante e bonito do mundo é isto; que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas, mas que vão sempre mudando. Afinam e desafinam. Verdade maior. É o que a vida me ensinou”. João Guimarães Rosa, Grande Sertão: Veredas.

Jaqueline Alves Nieto
CREF: 090794-G/SP

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...