Tecnologia do Blogger.
RSS

Estímulo e aprendizagem

Para aqueles que já aprenderam a andar de bicicleta... Você se lembra perfeitamente como andar, mesmo após longo período sem pedalar não é? Da mesma forma que você lembra os passos que deve dar para jogar “Mário”, depois de algum tempo. Mas, você consegue lembrar todas as jogadas que fez na última vez que jogou xadrez, ou os detalhes de sua primeira obra de arte? E a primeira vez que tentou dirigir um carro, como foi?
Pudemos perceber que algumas atividades se aprendem sem muito esforço e outras com maior dificuldade, que de algumas atividades lembramos com facilidade e outras nem ao menos conseguimos lembrar... Isso acontece porque nosso cérebro é seletivo, ele não conseguiria reter tantas coisas, e descarta aquelas que considera menos importante. Bem, estou fazendo só uma introdução para que você pense em algumas das maneiras diferentes de aprendizagem motora que encontramos no decorrer da vida. Mas quero me ater na importância dos estímulos para que a aprendizagem seja concreta.
Todos já tiveram a experiência de ver algumas crianças jogando futebol, não é? O que acontece muitas vezes? Escolhem sempre o mesmo time (que se consideram os melhores) e acabam deixando as outras crianças de lado. E estas crianças excluídas ficam cada vez mais isoladas e sem vontade de aprender a jogar.
E onde entra os estímulos nisso tudo? Exatamente em tudo! Acredito que o papel do professor e dos pais ou qualquer outra pessoa que está em contato com a pessoa que está aprendendo é ser um facilitador. Por exemplo, neste caso do futebol, se tiver uma pessoa que saiba a importância do estímulo para aqueles que ficaram de fora ele poderá pedir aos mais experientes que ensinem e troque conhecimentos com os demais como forma de diversão! Ou poderá dividi-los em grupos menores para que todos possam ter acesso à bola mais vezes e conseqüente aprendizado e desenvolvimento melhores. Se forem assim estimulados não terão tanta dificuldade em se expor, terão mais sucesso e mais motivação para praticar esportes e atividades em grupo. Concorda?
E aqueles “grandinhos” que já passaram por isso e nem sonham mais em entrar em uma quadra? Digo o mesmo! Qualquer que seja a atividade, você necessita ser guiado e motivado de forma correta. Por exemplo, você teria coragem de encarar uma aula de montanhismo (escalada) se você tem medo de altura? Mas se você conhece o instrutor, já viu o trabalho dele e ele te garante que vai estar ao seu lado o tempo todo? É diferente, não é? É disso que estou falando! Tudo depende do estímulo...


Jaqueline Alves Nieto
CREF: 090794-G/SP

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...