Tecnologia do Blogger.
RSS

Superação


Superação. Quando você ouve esta palavra, o que te vem à mente? Geralmente, aparece aquela figura clássica de algum atleta que venceu seus próprios limites, de gênios que não se contentaram com suas dificuldades e mantiveram o foco, de pessoas que se doaram em favor de outras...
Nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara ficou claro o exemplo de superação dos atletas brasileiros nas histórias que ouvimos sobre aqueles que tiveram seus equipamentos roubados, mas perseveraram e venceram mesmo com outro equipamento; que se mantiveram na competição mesmo quando o pai havia morrido; que superaram obstáculos incalculáveis por não ter tido oportunidades cedo na vida, mas quando a tiveram a agarraram com todas as forças... E tudo culminou nos Jogos Parapan-Americanos onde o Brasil ficou com a primeira posição no quadro de medalhas dos países competidores, o que me remete novamente à idéia de que nos parece que quanto mais sofrimento, maior a glória...
Bonito isso, mas por que nunca pensamos em nossas vidas como um exemplo de superação? Será que só os que passaram por muita dor, muita dificuldade, por doença, desprezo, insegurança(...) podem se superar na vida? E por que tememos as derrotas se elas fazem parte do processo de conquista das realizações? Acredito que há duas atitudes que podemos ter diante dos obstáculos: usá-los como um degrau para continuarmos avançando, ou pararmos diante deles.
Semana passada tive a oportunidade de fazer minha primeira prova de corrida. Já venho me preparando fisicamente na academia (sempre!), mas nem pensava em correr na rua. Foi até engraçado porque o pessoal estava combinando a prova, eu ouvi e me interessei. Fiz um treino antes da prova e uma previsão do tempo que conseguiria completar o percurso de 5km. Claro que não fui a primeira colocada, mas superei em 10 minutos o tempo que havia estimado e ainda completei a prova sem muita dificuldade. Sim! Senti um pouco de dor, mas acredito que vencer seu próprio corpo, desafiar seu próprio tempo, superar os seus limites é a chave para conquistarmos qualquer coisa. E o mais importante de tudo é dominar os pensamentos. Ter controle psicológico (e fé!) sobre cada situação nos assegura de que mesmo com dificuldade não precisamos (nem devemos!) desistir.
Desejo de verdade que cada um de nós sejamos exemplos diários de superação em qualquer circunstância!


Jaqueline Alves Nieto
CREF: 090794-G/SP

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comentários:

Euza disse...

Quando nos propomos a realizar algo, com esforço e dedicação sempre conseguiremos. As barreiras e as dificuldades sempre estarão no caminho, cabe a nós querer ou não ultrapassá-las.

Postar um comentário

Compartilhe

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...