Tecnologia do Blogger.
RSS

Atividade Física na Gestação


     Estamos perto do dia das mulheres, e nada melhor do que homenagear, neste dia, àquela que nos deu a luz! Nove meses com a barriga crescendo, sentindo dores, cansaço, tontura, perda de equilíbrio, vontades, sonhos... E depois de tudo ainda, o parto! Tantas coisas se modificam no corpo e na mente de uma gestante. Realmente, acho que só vou entender o sentimento de uma mãe quando me tornar uma!
Nesta “fase”, principalmente para as mamães de primeira viagem, surgem muitas duvidas sobre o que é mais seguro fazer para melhorar as próprias condições de saúde e as do bebê. Como manter o condicionamento, o fôlego, o ânimo e a rotina com tantas transformações acontecendo? Os exercícios promovem o tônus muscular, a força e a resistência que a ajudará a carregar o peso extra da gravidez e a prepara para o esforço do parto. Deixa o humor mais estável, auto-estima e o sono em dia, auxiliando ainda seu corpo a voltar à forma depois que o bebê nascer.
Primeiramente, para fazer qualquer atividade física, é importante ter liberação médica. Também é preciso lembrar que os primeiros três meses necessitam de maior cuidado para que não ocorra um aborto espontâneo e malformação do bebê. Depois, é só escolher uma atividade que tragam os benefícios citados. As atividades mais recomendadas são as de baixo impacto, como caminhada, natação, hidroginástica, ioga e pilates, desde que esteja acompanhada e se certifique que o profissional tenha conhecimento adequado para trabalhar com gestantes.
Para aquelas que nunca treinaram é importante iniciar mais lentamente e prestar atenção aos sinais do corpo. Se sentir algum destes sinais deve parar o exercício imediatamente e procurar ajuda médica: tontura, visão embaçada, náusea, falta de ar, palpitações, sensação de desmaio, sangramento vaginal, aumento do inchaço nas mãos, pés e tornozelos, forte dor no abdome ou no peito, contrações ou falta de movimentação do bebê (mas tenha em mente que o bebê costuma ficar mais quietinho quando você se exercita).
Com o avanço da gravidez, a regra geral é que você evite qualquer atividade que envolva risco de queda, ou que você sofra alguma batida na barriga, elimine os exercícios que sejam feitos no chão, de barriga pra cima ou que fique em pé por muito tempo, pois podem reduzir o fluxo sanguíneo para o bebê.
Algumas mulheres precisam de maiores cuidados quanto aos exercícios. Converse com seu médico antes de iniciar qualquer atividade se você: já teve ameaça de aborto espontâneo; teve bebê prematuro ou corre risco de ter desta vez; sabe que sua placenta está baixa; teve sangramento forte; teve problemas na coluna lombar ou nas articulações do quadril; tem pressão alta; sabe que está grávida de mais de um bebê.
Pra mim foi legal pesquisar sobre isso, espero ter ajudado!

Jaqueline Alves Nieto
CREF: 090794-G/SP

Referências: Guia de exercícios para gestante. Site.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...